Acontece FAN

Conheça o Grupo de Pesquisa em Direito Penal da UNIFAN

O grupo de pesquisa pode ser explicado como uma comunidade de pesquisa. Desse modo, é definido como uma organização de pesquisadores e discentes em torno de uma ou mais linhas de pesquisa de uma área específica do conhecimento.

Diante disso, vale salientar que a organização hierárquica dos grupos de pesquisa segue critérios de experiência e liderança em determinada linha de pesquisa. Assim, no geral, o pesquisador líder do grupo é o professor que carrega consigo uma experiência maior sobre o tema do grupo. Normalmente, o líder tem a responsabilidade de coordenar e planejar os trabalhos de pesquisa do grupo.

Na UNIFAN, existe o Grupo de Pesquisa em Direito Penal, liderado pelo professor Yuri Carneiro, atuante desde o segundo semestre de 2019. De acordo com o professor, até o final do semestre 2021.2, todos os trabalhos estarão concluídos. O grupo tem como linha de pesquisa Direito Penal e Democracia, correlacionando a dogmática penal com o ideal de liberdade e a própria democracia, estabelecendo as relações necessárias entre eles.

O grupo é composto de estudantes do curso de Direito da UNIFAN. Eles são escolhidos através de processo seletivo, tendo uma prova escrita, avaliação de histórico e uma entrevista. “Eu dou um peso a cada ponto desse e ao final a média ponderada faz com que os primeiros classificados entrem no grupo. Abrimos a vaga para dois alunos externos, da UEFS, além dos alunos da instituição”, pontuou o professor.

Como funciona

“Temos duas reuniões mensais para discutir textos ou livros, com fichamentos, que serão debatidos em sala. São sempre artigos e livros dentro do assunto da pesquisa, de língua nacional ou estrangeira. Os alunos fazem um artigo científico com a finalidade de publicação nos meios internos do Centro Universitário. Com isso, encerraremos esse grupo, certificando-os e abrindo outra frente de pesquisa”, explica o professor Yuri Carneiro.

Ele ainda comenta sobre como o trabalho é direcionado. Segundo ele, vai muito mais além do que é visto em sala de aula. “O trabalho no grupo de pesquisa não é feito de forma geral, mas discutimos temáticas da linha de pesquisa de maneira mais aprofundada, sem trazer a discussão para dentro da graduação. São debates criativos. Os temas e textos são mais complexos do que os alunos estudam dentro do curso. O objetivo é que os alunos abram os seus horizontes sobre a área, acerca de tudo: linguagem, experiências, tudo o que pode lhe preparar para ingressar em mestrados e doutorados”, completou.

Conecte-se a UNIFAN

FAN